A Revista Esperancanews- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperancanews

STF quer conceder pensão para amante: uma afronta à família Cinco ministros já votaram para conceder pensão para amante homossexual.

Que o Supremo Tribunal Federal (STF) está a léguas de distância dos valores morais que norteiam a sociedade, isso todos sabemos. Mas essa ultrapassa os limites da sanidade: querem conceder pensão para amante. Isso mesmo!
Falta apenas um voto para que a Corte reconheça que amantes tem o direito – ou sei lá como isso se chame – de dividirem a pensão por morte com o cônjuge da pessoa falecida. E não me surpreendo se decidirem dividir também os bens.
No julgamento, 5 dos onze ministros votaram por conceder a um homem o direito de ratear o benefício com uma viúva. Eu sei, eu sei, quase dei um nó na mente para tentar entender a lógica – que na verdade não há. O cara mantinha uma relação homossexual com uma pessoa casada com uma mulher, agora quer parte da pensão dela.
Quem é a vítima? A mulher que foi enganada, mantendo um casamento com uma pessoa que “pulava a cerca” para se encontrar com outro macho, ou do homossexual que sabendo do casamento manteve a relação e agora quer o dinheiro do falecido? É o fim da picada!
Votaram pela divisão da pensão os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia e Marco Aurélio. Contra, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.
O julgamento foi interrompido pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, que pediu vista. Além dele, ainda faltou os votos de Luiz Fux e Celso de Mello. Mas a maioria está formada e o imbróglio anunciado.
Precisamos lembrar que um dos ministros, Edson Fachin, é um dos fundadores do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), que já defendeu que todas as relações possam ser reconhecidas como entidades familiares, inclusive as relações extraconjugais.
Ou seja, o dito cujo acredita que amante pertence à família, mesmo que seja o que geralmente destrói a mesma. Vejam só! Que confusão danada isso poderá causar. Estamos diante do maior ataque aos valores da família.
Share:

Nenhum comentário:

Comentarios

Postagem em destaque

Exclusivo: Sergio Moro fala sobre a pandemia COVID-19 no Brasil

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, concedeu entrevista à CNN Brasil sobre a COVID-19 na noite desta segunda-feira, dia 30. Foi a prime...

Postagens mais visitadas

WEBRADIOESPERANÇA

SE QUISER OUVIR APETE OPALY

Estatísticas do Site

Ajude-nos a manter esse site

Ajude-nos a manter esse site
Obrigado pela sua colabortação ADM GERAL DA PAGINA SUA COLABRAÇÃO E IMPORTANTE $0,50 1,00

CURTIR NOSSA PAGINA

SIGA-ME

SIGA-ME

TWITTER

TWITTER

Pesquisar este blog

Compartilhe Nossa Pagina

Eu quero levar esperança!

Eu quero levar esperança!
Clik faça sua doação so clik na imagem

Seja um seguidor

Tradutor

Postagens mais visitadas

xat

" frameborder="0" style="width: 700px; height: 400px;">

chat

Arquivo do blog

Popular Posts

SEGUIR POR E-MAIL

Globo de Visitante

visitante

chat