“O cara ganha liberdade e eu enterro meu filho”, desabafa pai após acidente O condutor que provocou a batida chegou a ser preso em flagrante, mas foi solto após decisão da Justiça ~ Esperança News

“O cara ganha liberdade e eu enterro meu filho”, desabafa pai após acidente O condutor que provocou a batida chegou a ser preso em flagrante, mas foi solto após decisão da Justiça

Família e amigos durante o velório nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami)
Família e amigos durante o velório nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami)
"Não foi fatalidade. Foi crime". O desabafo feito pela família de Matheus Oliveira Santos, 24 anos, que morreu em acidente de trânsito provocado por motorista bêbado, ocorreu durante o velório na manhã desta segunda-feira (16). O condutor que provocou a batida, Raphael Antunes de Carvalho, 37 anos, chegou a ser preso em flagrante, mas foi solto após decisão da Justiça expedida no fim da tarde de ontem (15), horas depois do acidente ocorrido durante a madrugada. Segundo José Ednaldo dos Santos, 48 anos, pai da vítima, Matheus era o caçula de dois filhos, trabalhava com marcenaria e no dia da tragédia estava a poucos metros de casa. Ao ficar sabendo que o autor que causou o acidente durante tentativa de ultrapassagem havia sido liberado pela Justiça, ficou revoltado. “Enquanto o cara ganha liberdade, eu enterro meu filho”, disse José, chorando.  
Acompanha pelo marido, familiares e amigos, a mãe de Matheus, Zuleide Luiza de Oliveira, 45 anos, pediu apenas por justiça. O rapaz, segundo os familiares, voltava de uma confraternização com mais seis pessoas dentro do carro, quando aconteceu o acidente. Todas as vítimas continuam internadas na Santa Casa, com lesões diversas.
Os parentes afirmaram que enquanto aguardavam notícias dos feridos no hospital, foram procurados por três advogados de Rafhael que em tom de deboche disseram que a situação se tratava de uma fatalidade. "Eles queriam demostrar poder. Nós também vamos atrás de um advogado para que seja feita Justiça", lamentou a família. Com o coração apertado, José Ednaldo teve que buscar o neto para participar do velório. "Ele era muito apegado com o pai". 
Caso -  Matheus Oliveira Santos morreu após acidente de trânsito na Avenida Três Barras, na madrugada de ontem. Segundo boletim de ocorrência, testemunhas disseram que Raphael Antunes de Carvalho vinha no sentido bairro/centro, em caminhonete Ford Ranger, e tentou ultrapassagem em ponto entre a rotatória que dá acesso à Avenida Gabriel Del Pino e o semáforo com a Rua Felipe Camarão. 
Na mão contrária estava Matheus, que dirigia Chevrolet Corsa. O motorista da caminhonete não conseguiu completar a ultrapassagem e bateu de frente com o carro popular. A colisão ainda deixou sete pessoas feridas - as seis que estavam com Matheus Santos e uma com Raphael.
O rapaz vai responder em liberdade por homicídio culposo na direção de veículo automotor, qualificado por embriaguez. Ele se negou a fazer teste do bafômetro, mas a polícia lavrou termo de constatação por embriaguez. A juíza Luciane Buriasco Isquerdo que decidiu pela liberdade do motorista entendeu que não havia requisitos para manter a prisão do auto.
Share:

Nenhum comentário:

Postagem em Destaque

Igrejas são destruídas por manifestantes no Chile Encapuzados gritavam: "Deixa cair, deixa cair"

  Neste último domingo (18), a Igreja da Assunção, também conhecida como "freguesia dos artistas", foi incendiada por pessoas enca...

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

DEIXE SEU COMENTARIOS

clima tempo

Blog Archive

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Fisiholistico

Forafrica

Forafrica
Enterprise.

Popular Posts

TWITTER

whatsapp

Postagens mais visitadas

Globo de visitas