A Revista Esperancanews- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperancanews

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Resultado de imagem para USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC
Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade das sequelas de vítimas do AVC, como a paralisia facial e a perda de movimentos do corpo.
Conhecido popularmente como cateterismo cerebral, o tratamento basicamente desentope artérias obstruídas do cérebro cerca de 24 horas após os primeiros sintomas. Tal método foi aprovado previamente pela Anvisa.
“Com o tratamento endovascular, às vezes, a gente vê respostas dramáticas. Pacientes que ficariam sequelados pelo resto da vida voltam a andar com esse tratamento. Então, é uma alternativa terapêutica muito interessante”, informou o neurologista Octávio Pontes Neto, da USP.
Octávio diz que o procedimento consiste em “introduzir um microcateter em uma artéria na perna do paciente que avança até a área entupida do cérebro”; neste local, há um coágulo que impede a circulação sanguínea. O microcateter aspira e remove o coágulo com um dispositivo chamado stent, um desobstruidor de vasos.De acordo com o pesquisador, a técnica é bastante eficiente e pode remover até 80% dos vasos sanguíneos comprometidos, sendo mais eficaz que o atual tratamento convencional, com medicação receitada que dissolve os coágulos formados no cérebro, causadores do AVC.
No entanto, o quão eficiente será o tratamento depende da gravidade da lesão e do tempo em que ocorreu. Octávio explica que quando um AVC ocorre, os neurônios sofrem com a falta de oxigênio e morrem a uma taxa de 1,9 milhão por minuto (um cérebro saudável têm 100 bilhões de neurônios).“É como se fosse uma fogueira queimando um canavial e a gente tem que correr, como um bombeiro, tentando apagar o incêndio, tentando abrir a artéria o mais rápido possível para restaurar o fluxo sanguíneo para o cérebro”, diz.O sucesso do procedimento depende ainda de um fluxo colateral constante, isto é, que outras artérias estejam levando sangue à área do cérebro afetada pelo Acidente Vascular Cerebral. Por fim, é necessário que o infarto tenha sido identificado em seu estágio inicial.
“Não é qualquer paciente com AVC isquêmico, mas aquele que tem oclusão de uma grande artéria do cérebro, em que a gente não consegue desentupir só com remédio na veia. Então, muitas vezes, além de receber o remédio, vai ser submetido a esse cateterismo”, conclui.
Share:

Nenhum comentário:

Comentarios

Postagem em destaque

Exclusivo: Sergio Moro fala sobre a pandemia COVID-19 no Brasil

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, concedeu entrevista à CNN Brasil sobre a COVID-19 na noite desta segunda-feira, dia 30. Foi a prime...

Postagens mais visitadas

WEBRADIOESPERANÇA

SE QUISER OUVIR APETE OPALY

Estatísticas do Site

Ajude-nos a manter esse site

Ajude-nos a manter esse site
Obrigado pela sua colabortação ADM GERAL DA PAGINA SUA COLABRAÇÃO E IMPORTANTE $0,50 1,00

CURTIR NOSSA PAGINA

SIGA-ME

SIGA-ME

TWITTER

TWITTER

Pesquisar este blog

Compartilhe Nossa Pagina

Eu quero levar esperança!

Eu quero levar esperança!
Clik faça sua doação so clik na imagem

Seja um seguidor

Tradutor

Postagens mais visitadas

xat

" frameborder="0" style="width: 700px; height: 400px;">

chat

Arquivo do blog

Popular Posts

SEGUIR POR E-MAIL

Globo de Visitante

visitante

chat