Empresários supostamente ligados ao MBL são presos em SP acusados de lavagem de dinheiro Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são suspeitos de desviar mais de R$ 400 milhões. Movimento Brasil Livre (MBL) nega que a dupla faça parte dos quadros do grupo ~ Esperança News

Empresários supostamente ligados ao MBL são presos em SP acusados de lavagem de dinheiro Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são suspeitos de desviar mais de R$ 400 milhões. Movimento Brasil Livre (MBL) nega que a dupla faça parte dos quadros do grupo

Polícia Civil prende dois empresários em São PauloPolícia Civil ...

Uma operação realizada pela Polícia Civil de São Paulo, Ministério Público Estadual e Receita Federal, na capital paulista e na cidade de Bragança Paulista, resultou na prisão de dois empresários na manhã desta sexta-feira. Eles são investigados por movimentar o montante de mais de R$ 400 milhões. Um dos alvos de busca das autoridades foi a sede do Movimento Brasil Livre (MBL), uma vez que a dupla faz parte do grupo, segundo equipes que participam da ação.

Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são suspeitos de praticar lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio, de acordo com o Ministério Público. Ao todo, seis mandados de busca e apreensão e dois de prisão são cumpridos em São Paulo e Bragança Paulista
O MBL, por meio do deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP), disse que os empresários não fazem parte do grupo e que nunca se integraram ao movimento. 

“Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto  de Moraes Afonso não são integrantes e sequer fazem parte dos quadros do MBL. Ambos nunca foram membros do movimento. Uma notícia veiculada de maneira errônea por um portal criou tal confusão”, disse o parlamentar.

O Movimento Brasil Livre ganhou notoriedade em 2014, quando passou a organizar, com mais frequência, manifestações contra o governo da então presidente Dilma Rousseff. Em 2015 e 2016, os protestos se intensificaram, sobretudo na Avenida Paulista, em São Paulo, e em Brasília, com intuito de pedir o impeachment de Dilma. A ‘fama’ do grupo resultou em diversos membros eleitos como deputados federais e estaduais.
Share:

Nenhum comentário:

Postagem em Destaque

Entregador de pizza de 89 anos recebe R$ 68 mil de 'gorjeta'

    Um entregador de pizza, de 89 anos, recebeu  uma "gorjeta" que o deixou boquiaberto: US$ 12.069 (cerca de R$ 68 mil) . A histó...

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

DEIXE SEU COMENTARIOS

clima tempo

Blog Archive

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Fisiholistico

Forafrica

Forafrica
Enterprise.

Popular Posts

TWITTER

whatsapp

Postagens mais visitadas

Globo de visitas